Reserva Biológica do Abufari

Área 288.000,00ha.
Document area Decreto - 87.585 - 20/09/1982
Jurisdição Legal Amazônia Legal
Ano de criação 1982
Grupo Proteção Integral
Instância responsável Federal

Mapa

Municípios

Município(s) no(s) qual(is) incide a Unidade de Conservação e algumas de suas características

Municípios - REBIO do Abufari

# UF Município População (IBGE 2018) População não urbana (IBGE 2010) População urbana (IBGE 2010) Área do Município (ha) (IBGE 2017) Área da UC no município (ha) Área da UC no município (%)
1 AM Tapauá 17.299 8.459 10.618 8.494.616,60 223.500,96
100,00 %

Ambiente

Fitofisionomia

Fitofisionomia (cursos d'água excluídos) % na UC
Floresta Ombrófila Densa 100,00

Bacias Hidrográficas

Bacia Hidrográfica % na UC
Purus 100,00

Biomas

Bioma % na UC
Amazônia 100,00

Gestão

  • Órgão Gestor: (ICMBIO) Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade
  • Tipo de Conselho: Consultivo
  • Ano de criação : 2011

Documentos Jurídicos

Documentos Jurídicos - REBIO do Abufari

Tipo de documento Número Ação do documento Data do documento Data de Publicação Observação Download
Portaria 112 Conselho 26/12/2011 27/12/2011 Cria o Conselho Consultivo da Reserva Biológica do Abufarí/AM.  
Portaria 4 Instrumento de gestão - plano de manejo 09/01/2012 10/01/2012 Considerando o disposto no Plano de Proteção e Implementação das UCs da BR-319, elaborado no âmbito do GT BR-319, e a necessidade de elaboração integrada dos Planos de Manejo das unidades sob influência da rodovia, quais sejam: Reserva Biológica do Abufari, Estação Ecológica do Cuniã, Parque Nacional Nascentes do Lago Jari, Parque Nacional Mapinguari, Floresta Nacional Balata-Tufari, Floresta Nacional de Humaitá, Floresta Nacional do Iquiri, Reserva Extrativista Lago do Capanã-Grande, Reserva Extrativista do Rio Ituxi, Reserva Extrativista Médio Purus e Reserva Extrativista Lago do Cuniã e a necessidade de definir procedimentos para a elaboração de forma integrada e simultânea dos Planos de Manejo de diferentes categorias de unidades de conservação: Instituído o Desenho do Processo de Planejamento para a elaboração dos planos de manejo das 11 UCs situadas no Interflúvio Purus-Madeira. O DPP estabelece os aspectos conceituais e as diretrizes metodológicas concernentes ao processo de planejamento, os mecanismos de participação, integração e cronograma, bem como para a capacitação dos gestores das UCs durante o processo de elaboração dos planos de manejo.  
Portaria 1 Conselho 05/05/2016 09/05/2016 Renova a portaria e modifica a composição do Conselho Consultivo da Reserva Biológica do Abufari no estado do Amazonas (Processo no 02120.000102/2011-55)  
Portaria 530 Instrumento de gestão - plano de manejo 24/05/2018 28/05/2018 Aprova o Plano de Manejo da Reserva Biológica do Abufari, no Estado do Amazonas (Processo no 0 2 0 7 0 . 0 0 3 8 3 3 / 2 0 11 - 9 5 )  
Decreto 87.585 Criação 20/09/1982 21/09/1982 Cria a Reserva Biológica do Abufari (DOU 21/09/82) -

Documentos de gestão - REBIO do Abufari

Tipo de plano Ano de aprovação Fase Observação
Plano de manejo 2018 Aprovado

Principais Ameaças

Desmatamento na Amazônia Legal

Este tema apresenta a análise dos dados de desmatamento produzidos pelo Projeto de Monitoramento do Desflorestamento na Amazônia Legal (Prodes), que mapeia somente áreas florestadas da Amazônia Legal. Os dados do Prodes não incluem as áreas de cerrado que ocorrem em muitas Unidades de Conservação no bioma Amazônia.

Focos de calor

Área de abrangência do ponto: um foco indica a possibilidade de fogo em um elemento de resolução da imagem (pixel), que varia de 1 km x 1 km até 5 km x 4 km. Neste pixel pode haver uma ou várias queimadas distintas, mas a indicação será de um único foco. Se uma queimada for muito extensa, será detectada em alguns pixeis vizinhos, ou seja, vários focos estarão associados a uma única grande queimada.

Total identificado de desmatamento acumulado até 2000: 200 hectares
Total identificado de desmatamento acumulado até 2016: 395 hectares

Características

Histórico
A Rebio do Abufari foi criada por meio do decreto No 87.585 no dia 20 de setembro de 1982, com uma área de mais de 200.000 ha, no Estado do Amazonas.

Sendo a Reserva Biológica uma categoria de proteção integral, ao ser criada em uma área que já estava ocupada por comunidades que historicamente dependiam do uso dos recursos naturais para a sua sobrevivência, estabeleceu-se um conflito territorial que marca os mais de 30 anos de existência da REBIO do Abufari.

Embora a legislação estabeleça, para estes casos, a remoção dos ocupantes destas áreas, mediante indenização de benfeitorias, este processo ocorreu apenas parcialmente e deixou muitas memórias negativas. Uma parcela da população residente foi removida. Outra parcela, frente à restrição ao uso dos recursos naturais, migrou para outros locais. Outra parcela permanece residindo na REBIO do Abufari até hoje, sempre enfrentando dificuldades para manter suas práticas extrativistas frente às restrições de uso impostas pela categoria da UC.

O resultado de todo este processo histórico é uma ocupação conflituosa e peculiar à área. A análise de diversos documentos indica que algumas comunidades/localidades desapareceram, outras novas surgiram, e muitas tiveram o tamanho alterado. Após a criação da REBIO do Abufari, comunidades inteiras se extinguiram e novas comunidades foram fundadas, algumas por pessoas provenientes de outros municípios.

Na década de 1970, a área que atualmente é ocupada pela Reserva Biológica (Rebio) do Abufari foi indicada como prioritária para conservação pelo projeto Implantação de Áreas de Preservação de Quelônios, do Programa de Preservação de Recursos Naturais Renováveis. Em 1980, o Instituto Brasileiro de Desenvolvimento Florestal (IBDF) iniciou estudos para a criação da unidade de conservação que ocuparia a área do baixo rio Purus. Neste estudo, a região do Abufari foi descrita como quase inalterada, contendo diversos atributos naturais excepcionais e com a existência de cerca de 80 famílias residentes (informação contestada pelos atuais moradores, com argumentação de que este número era muito maior).

Em meados da década de 1980, iniciou-se um conflito também com os indígenas em relação ao uso da praia Bem-Te-Vi Velho, interditada pelo IBDF. Esta área, segundo os índios Apurinã, tratava-se de área de uso: caça, pesca e coleta de ovos.

Objetivos
A Reserva Biológica foi criada com o objetivo principal de preservar um dos maiores tabuleiros de procriação da tartaruga-da-amazônia (Podocnemis expansa). O nome da Unidade tem origem no antigo seringal do Abufari e no rio homônimo, que deságua próximo à célebre praia do Abufari.

Localização
Como parte do conjunto das Unidades de Conservação do Interflúvio Purus-Madeira, esta Reserva está localizada mais ao norte da região e faz limite com a Reserva de Desenvolvimento Sustentável Estadual Piagaçu-Purus e com a Terra Indígena do Igarapé de São João (Plano de Manejo, 2018).

Características Ambientais
A Rebio do Abufari está inserida no bioma amazônico.

Vegetação
A vegetação da REBIO do Abufari é predominante Floresta Ombrófila Densa. É uma vegetação, em sua maior parte, modelada pelo regime hídrico, com áreas passando por longos períodos de alagamento, o quê, em alguns momentos, contribui para a fixação do solo e sedimentos, e em outros é praticamente dizimada, permitindo uma sensível dinâmica ecológica entre as espécies vegetais adaptadas e os ambientes flúvio-lacustres, em constantes ciclos de sucessão ecológica.

Fauna
A Reserva Biológica do Abufari, por sua localização nos interflúvios médios Purus-Madeira e Purus-Juruá, é detentora de um elevado potencial zoogeográfico. No diagnóstico da fauna, considerando os registros feitos diretamente na UC, constam na REBIO do Abufari mais de 290 espécies de peixes, de 75 espécies de anfíbios, de 65 espécies de répteis, de 400 espécies de aves e de 50 espécies de mamíferos de médio e grande porte.

Entre as espécies identificadas, muitas são consideradas como espécies ameaçadas de extinção, quase ameaçadas e vulneráveis por ações antrópicas, como sobrepesca, caça ilegal, modificações antrópicas em ambientes originais e mudanças climáticas.

Geologia e Geomorfologia
Em termos geológicos, no interior da REBIO ocorrem três diferentes unidades: Aluviões Holocênicos, Terraços Holocênicos e a Formação Içá, e duas diferentes unidades geomorfológicas, a Planície Amazônica e a Depressão do Ituxi, com altitudes que variam desde 4 metros (nível de base local) até 75 metros acima do nível do mar.

Solo
O tipo de solo predominante é o Gleissolo Háplico Ta Eutrófico, ocorrendo também, em menores extensões, os tipos Argissolo Vermelho-Amarelo, Argissolo Vermelho-Amarelo Alumínico, Gleissolo Háplico Tb Distrófico e Latossolo Vermelho-Amarelo.

Clima
Na Reserva Biológica do Abufari existe apenas um tipo de clima principal - Clima Tropical Equatorial, de acordo com a Classificação climática de Köppen-Geiger, o qual se caracteriza por ser clima megatérmico, com temperatura média do mês mais frio do ano superior a 18oC, tendo estação invernosa ausente e forte precipitação anual, com ocorrência de precipitação em todos os meses do ano e inexistência de estação seca definida.

Pressões e Ameaças
Entre as principais ameaças à biodiversidade desta Unidade de Conservação, identificadas e descritas no Plano de Manejo, estão:
1. Coleta de ovos;
2. Hidrovia;
3. Pesca insustentável;
4. Extração madeira insustentável;
5. Caça
6. Agricultura de várzea;
7. Coleta ilegal;
8. Mudanças climática.

Referências:
1. ARPA - Programa de Áreas Protegidas da Amazônia. Disponível em:
http://arpa.mma.gov.br/abufari-am-consolida-participacao-das-comunidades-em-sua-gestao/. Acesso em 15/10/2019.

2. ICMBio - MMA: Plano de Manejo - Rebio do Abufari. Disponível em: https://documentacao.socioambiental.org/ato_normativo/UC/3436_20180528_171109.pdf. Acesso em 15/10/2019.

4. WCS Brasil - Visita à Reserva Biológica do Abufari. Disponível em: https://brasil.wcs.org/pt-br/Lugares-naturais/Explora%C3%A7%C3%A3o/ID/1154.asp. Acesso em 15/10/2019.

5. Wikiparques - Reserva Biológica do Abufari. Disponível em: https://www.wikiparques.org/wiki/Reserva_Biol%C3%B3gica_do_Abufari. Acesso em 15/10/2019.

Contato

Coordenadoria Regional (ICMBio): Caio Marcio Paim Pamplona
Chefe do Parque: ANGELA MIDORI FURUYA PACHECO (DOU 25/07/2011)
Endereço CR: Av. do Turismo, 1350 Tarumã
69041-010 - Manaus/AM
Tel: (92) 3613-3080 / (92) 3232-7040 / (92) 3303-6443
email: cr.manaus@gmail.com

Endereço para correspondência IBAMA/AM:
Rua Ministro João Gonçalves de Souza, S/N - BR. 319, KM 01 - Distrito Industrial.
CEP: 69.075-000 - Manaus - AM
Tel: (92) 3613-3277 / 237-3710
Fax: (92) 3613-3095 / 237-3721

Notícias

Total de 54 notícias sobre a área protegida REBIO do Abufari no banco de dados RSS

Ver todas as notícias dessa área protegida

 

As notícias publicadas neste site são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.